Rota das Llanos. Dehesa de la Luz - Turismo Arroyo de la Luz. Todo lo que somos
16526
page-template,page-template-full_width,page-template-full_width-php,page,page-id-16526,page-child,parent-pageid-16522,qodef-back-to-top--enabled,,qode-essential-addons-1.4.8,ajax_fade,page_not_loaded,qode-title-hidden,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-13.3,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.6,vc_responsive
Rota das Llanos

Rota das Llanos

versión portuguesa
versión inglesa
English version
española
Versión en castellano

Descrição

Este circuito começa na lagoa Chica da cidade, depois de atravessar a ponte de São Marcos tomaremos a pista de concreto que se ramifica à esquerda e segue a margem da mencionada lagoa.

Toda esta zona constitui uma parte da produção de jardins das hortas arroyanas.

Progressivamente vamos mudando a paisagem para entrar na área de Planícies do Primeiro ao Segundo Campo. No quilômetro 1,4 atravessamos uma ponte de tijolo e pedra que atravessa o ribeiro Grajuela Mayor.

A avifauna da região é muito abundante dependendo da época do ano em que que fazemos o nosso percurso. Desta forma encontramos: abetarda, garça, abetarda, ortega, o abutre do Egito, que são algumas das espécies que podem ser observadas.

Ao quilómetro 4 encontramos uma construão em alvenaria chamada «novo poço do campo». Neste ponto deixamos a pista principal para seguir pelo caminho que vai para a direita. A partir daqui, sairemos da área de planícies para entrar no prado.

A 5,3 quilómetros do início, atravessamos uma rota pecuaria (Arroyo de la Luz-Brozas). Depois atravessa-se Uma cerca que dá acesso à Dehesa da Luz, onde se podem ver: maçaricos, cobra curta, ginetas, martas, ouriços, raposas, lebres e também uma vegetação arbórea de carvalhos e sobreiros, que são algunas das espécies deste belo prado.

A próxima interseção que encontrarmos será a união de quatro caminhos. Ao quilómetro 6,2), vamos tomar o que vai para a direita, mas não antes de olhar para um bohío localizado neste mesmo lado, e é um edifício típico destes prados.

Ao quilómetro 6,7, deixamos a pista principal e tomamos uma mais pequena, à direita e que nos levará ao lago dos vaqueiros. Sem perder este caminho, vamos subir uma colina que nos levará às proximidades da Ermida de Nossa Senhora da Luz. Uma vez que chegamos a este lugar, continuamos alguns metros mais ao longo da estrada até um cruzamento, onde depois faremos um pequeno caminho que vai para a direita (quilômetro 7,9).

Sem perder a direção, veremos imediatamente a lagoa da Dúa.

Mais tarde, continuamos o nosso percurso paralelo ao canal de drenagem desta lagoa (córrego Grajuela Mayor). Já nos limites do prado, a nossa marcha levar-nos-á a um caminho, que devemos continuar para terminar na lagoa Chica em Arroyo da Luz.

mapa de rota

multimídia

língua surda

Faça download do arquivo .GPX para Wikilox

Clique para fazer o download

wikiloc
Faça download do arquivo .KML para Google Earth

Clique para fazer o download

Google_Earth_icon.svg
locais de interesse
ico_Escudo_arroyo